A Parábola do motorista

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Em certa ocasião, quando Jesus andava por uma das ruas de uma cidade, um jovem que estava passeando, dirigindo seu luxuoso carro, reconheceu que era Jesus que estava andando a pé, e resolveu então parar o carro, deu meia-volta e, entusiasmado, convidou Jesus a entrar no seu carro.

Jesus aceitou o convite do jovem motorista, entrou no carro e perguntou: Você quer que eu dirija o carro? Respondeu o motorista: Não Jesus, pode confiar em mim, eu sei dirigir muito bem… Pode deixar comigo… Eu mesmo gosto de dirigir, e tenho dificuldade em aceitar alguém dirigindo para mim.

Perguntou Jesus: E você meu jovem, o que está fazendo? Para onde você está indo? Respondeu o motorista: Estou dando “umas voltas”, apenas andando sem um destino certo, estou “matando o tempo”…

Perguntou o Motorista: E o Senhor, para onde estava indo? Respondeu-lhe Jesus: Eu ando por toda parte, fazendo o bem… E, por falar nisto, vamos dar uma parada, e se necessário, dar uma carona para aquele bêbado que está ali na calçada!!!

Respondeu o Motorista: Ah… Não… Jesus… Este bêbado vai atrapalhar a nossa conversa, afinal de contas, é tão bom ter o Senhor no meu carro, conversar com o Senhor, o Senhor é muito importante, muito inteligente… E eu estou feliz em lhe dar uma carona… Eu quero só usufruir da sua companhia… Deixa este bêbado pra lá!

Mais em frente Jesus viu um casal de velhinhos querendo atravessar a rua… Então sugeriu: Vamos parar e ajudar aquele casal de velhinhos… O motorista interrompeu dizendo: Agora não Jesus… Velhos conversam demais… Vão atrapalhar nosso passeio…

Então acelerou ainda mais o carro, e continuava a demonstrar sua empolgação por estar dando uma “carona para Jesus”… Afinal de contas, ter Jesus como “carona” é uma “aventura” especial, pensava ele.

Absorto em seus pensamentos, o motorista se distraiu e entrou violentamente em uma curva, perdendo o controle do seu carro,  sofrendo um grave acidente que danificou o seu carro… Causando grande prejuízo.

Diante de tão grave acidente, vendo o seu carro totalmente destruído, olhou o motorista para Jesus e disse: Não acredito que isso possa ter acontecido! O Senhor estava no meu carro! Eu lhe dei “carona”! Não dá para entender!

Jesus então, aproxima-se do motorista, olha bem nos seus olhos, e com voz tranqüila, porém firme, faz as seguintes declarações:

  • É verdade que eu estava no seu carro…
  • Mas quem estava dirigindo era você…
  • O fato de eu estar no seu carro, não significa que você pode entrar numa curva de forma irresponsável…
  • E o mais grave… é que para você, eu sou apenas um “carona ilustre”…
  • Nesta nossa caminhada, você não quis ajudar ninguém…
  • Você só pensou em você…
  • Você não parou quando eu mandei parar…
  • Na sua ótica… No seu modo de pensar… Eu é que deveria lhe acompanhar, andar por onde você quer, do jeito que você quer, para você fazer o que quer…

MORAL DA HISTÓRIA: Tem muitas pessoas que querem apenas “dar carona” para Jesus. Fazem mil elogios a Jesus, mas não dão a direção do “seu carro” para Jesus. Não permitem que Jesus assuma o controle, a direção. Não fazem o que Jesus manda… São egoístas… Querem fazer da vida, apenas um passeio!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Pr. Brito

Pastor Presidente da IEBV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *