CARNAVAL – FESTA PARA “TROUXAS”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O carnaval é uma festa cujo rei é “momo”. Ser folião carnavalesco é se tornar súdito do rei momo. É  declarar-se seguidor de momo. É tornar-se um “momolatra”!

Momo é um deus da mitologia grega, e sua especialidade é a sátira, o sarcasmo, o deboche, a burla, a falsidade, as críticas destrutivas, as pilhérias, as brincadeiras maliciosas e impiedosas. Convenhamos, seguir a momo é ser trouxa!!!

O carnaval, festa do reinado de momo, é uma loucura coletiva que estimula todo tipo de perversão moral e espiritual. Promove: a luxúria, a devassidão moral, a permissividade irresponsável, a liberação dos instintos mais depravados do ser humano, uma libertinagem inconseqüente, um comportamento animalesco e brutal.

Na festa do rei momo, os principais atrativos são as orgias, as imoralidades, as perversões sexuais, as bebedeiras, as glutonarias, as mais variadas manifestações de insanidade e falta de bom senso. Então, ser súdito de momo, é ser muito trouxa!!!

Além de tudo isto, carnaval é a época em que há um aumento assustador de homicídios, furtos, roubos, assaltos, estupros, acidentes, brigas de rua, agressões físicas e morais, adultérios, violências domésticas, e uso extremamente exagerado de bebidas alcoólicas e drogas. Se mesmo assim você segue a momo, você é trouxa!!!

A meu ver, participar de uma festa como esta, é demonstração de falta de sabedoria, falta de discernimento, falta de juízo, falta de bom senso, falta de vergonha, falta de sobriedade, falta de equilíbrio. É ser muuuuuuuuuuuuinto trouxa!!!

Desculpem-me a franqueza, mas ser folião, é ser trouxa.

É preciso ser muito cego para não enxergar os males que o carnaval causa, ano após ano, ao nosso povo, conforme os dados estatísticos publicados pela mídia.

É preciso ser muito teimoso para não querer admitir que esta época de carnaval é a mais perigosa, violenta e nefasta época do ano para a nossa sociedade.

É querer tapar “o sol com a peneira”, tentar ignorar os malefícios do carnaval.

É querer ser muito hipócrita, não reconhecer que carnaval é festa de licenciosidade, libertinagem, carnalidade, sensualidade, drogas e promiscuidade.

Mas “o pior dos trouxas” é o folião que se diz evangélico: “O bobalhão Gospel”: Que “cai na folia”, no laço do diabo, pensando que “não tem nada há ver”…

Que se entrega às paixões carnais, abandonando a vida de santidade…

Que se torna em “pedra de tropeço” para o Evangelho…

Que se transforma em motivo de “escândalo”… Pois, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e que fosse lançado no mar” (Mc.9:42).

Prestem muito atenção ao que a Palavra de Deus diz: “Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo sobreveio-lhes o que diz este provérbio verdadeiro: Volta o cão ao vômito, e a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal” (II Pedro 2:20-22).

Folião evangélico, é cachorro que volta ao vômito. Foliã evangélica, é porca lavada que voltou a revolver-se no lamaçal. Não se pode servir ao Rei dos Reis e ao rei momo. Não se pode servir a Deus e a Momo. Cristão verdadeiro não ascende uma vela para Deus e outra vela para o diabo.

E o que dizer de Igrejas que se dizem evangélicas e, com o pretexto de evangelizar, tornam-se súditas do rei momo, participando do carnaval com blocos, baterias, escolas de samba etc… Aí, já é ser uma matilha e uma manada de trouxas!!!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Pr. Brito

Pastor Presidente da IEBV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *