Hino Nacional Brasileiro I (em forma de Oração)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Sou brasileiro, feliz, orgulhoso de ser brasileiro. Sou patriota. Creio no potencial da nossa nação. Sou grato a Deus por ter nascido em um solo tão rico e abençoado como é o Brasil – Minha Pátria Amada!

Acho também que o nosso hino nacional é um dos mais belos do mundo, que a nossa Bandeira é lindíssima e nos brinda com uma das frases mais dignas que conheço: “ORDEM E PROGRESSO”.

Neste momento em que o nosso Brasil está vivendo, é hora de todos os brasileiros deixarem de olhar para outras bandeiras (inclusive e principalmente a bandeira de cor vermelha com uma só estrela), e nos voltarmos para a linda e multicolorida (Verde, Amarela, Azul e Branco) Bandeira do Brasil, contendo dezenas de estrelas e que nos convida e nos desafia a vivermos com e em: “ORDEM E PROGRESSO”.

Diante disto tudo, acredito que é hora de orarmos a Deus dizendo:

Obrigado Senhor, pelo “brado forte e retumbante que ouvimos às margens plácidas do (Rio) Ipiranga”. O grito de “liberdade ou morte!”.

E agora rogamos Senhor, que o nosso povo seja libertado da escravidão da corrupção e dos corruptores de nossa nação.

Obrigado Senhor, porque aqui temos “um povo heróico”, que nasceu para a paz, mas tem que continuar dando “brados retumbantes” pela sua libertação de uma política má, opressora, manipuladora e exploradora.

Obrigado Senhor, “pelo sol da liberdade” que tem brilhado, com seus “raios fúlgidos no céu da nossa pátria”.

Mas “o sol da liberdade neste instante” está impedido de brilhar sendo ofuscado pelas muitas nuvens de: desmandos, falcatruas, pedaladas, sonegações, injustiças sociais, evasões de divisas para paraísos fiscais, roubalheiras desenfreadas, manipulações e mentiras deslavadas, etc.

Obrigado Senhor, porque apesar de estarmos vivendo tamanha crise, com tantas desigualdades sociais, ainda continuamos a cantar:

                   “Se o penhor dessa igualdade,

                    Conseguirmos conquistar com braço forte,

  Em teu seio, ó liberdade,

  Desafia o nosso peito a própria morte”

Obrigado Senhor, porque no coração de cada patriota ainda há “um sonho intenso, um raio vívido de amor e esperança”.

Ajuda Senhor o nosso povo a manter “um sonho intenso” pela justiça, pela verdade, pela liberdade, pela moralidade, pela seriedade, pela família, pela honradez, pelos valores morais e éticos mais elevados.

Obrigado Senhor, pelo nosso lindo céu. “Céu risonho e límpido onde a imagem do cruzeiro resplandece”.

A imagem celeste do “cruzeiro” é a imagem da cruz. E o nosso desejo é que cada brasileiro, olhando para a cruz resplandecente do cruzeiro, possa lembrar também da cruz de Jesus Cristo aquele que é nosso Salvador e também é a “Resplandecente Estrela da Manhã”(Apoc.22:16).

Obrigado Senhor, pelo nosso Brasil que é: “Gigante pela própria natureza”, um grande território, um grande povo, um grande país. Um solo rico, uma costa marítima rica, um subsolo riquíssimo.

Podemos bater no peito e dizer ao nosso Brasil: “És belo, és forte, impávido colosso e o teu futuro espelha esta grandeza”.

Mas se realmente quisermos um “futuro de grandeza”, não podemos nos acomodar com este presente momento de insegurança, violência, confusão política, crise moral e administrativa em que estamos vivendo.

Obrigado Senhor, porque ainda há esperança para esta “Terra adorada”. Mas que tem sido tão maltratada, tão mal administrada, tão desrespeitada, tão mal cuidada, tão mal explorada, tão extorquida.

Obrigado Senhor, porque ainda queremos continuar cantando e declarando:     “Terra adorada

 Entre outras mil

 És tu, Brasil

Ó pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil

Pátria amada – Brasil”.
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então Eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (II Crônicas 7:14).

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Pr. Brito

Pastor Presidente da IEBV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *