Idoso ou Velho?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Se você é criança, jovem ou adulto, um dia você será idoso ou velho.

Se você não quer ficar idoso ou velho, então morra cedo!

Como você deseja chegar lá? Idoso ou velho?

 

E você que já está na casa dos sessenta, setenta, oitenta, noventa!

Você se considera uma pessoa idosa, ou velha?

Acha que é a mesma coisa?

Pois então ouça o depoimento de um idoso sábio e experiente:

 

Idosa é uma pessoa que tem muita idade.

Velha é a pessoa que perdeu a jovialidade.

Você é idoso quando sonha.

Você é velho quando apenas dorme.

O idoso tem lembranças do passado e sonhos quanto ao futuro.

O velho tem unicamente recordações do passado.

 

Você é idoso quando ainda aprende e sempre ensina.

Você é velho quando já nem aprende e nem ensina.

Você é idoso quando ainda vibra, se mexe e se exercita.

Você é velho quando apenas descansa, reclama e resmunga.

Você é idoso quando ainda tem consciência dos seus direitos e luta por eles.

Você é velho quando se acomoda e desiste de lutar pelos seus direitos.

Você é idoso quando seu calendário continua tendo “amanhãs”.

Você é velho quando seu calendário só tem “ontem”.

 

O idoso é aquela pessoa que tem tido a felicidade de viver uma longa vida produtiva, de ter adquirido uma grande experiência. Ele é uma ponte entre o passado e o presente, como o jovem é uma ponte entre o presente e o futuro.  E é no presente que os dois se encontram.

O Velho é aquele que tem carregado o peso dos anos, que em vez de transmitir experiência às gerações vindouras, transmite pessimismo e desilusão. Para ele, não existe ponte entre o passado e o presente, existe um fosso que o separa do presente pelo apego ao passado, e sua descrença quanto ao futuro.

 

O idoso se renova a cada dia que começa;

O velho se acha mais fraco a cada dia que acaba.

O idoso tem seus olhos postos no horizonte do futuro;

O velho tem sua miopia voltada para os tempos que passaram.

O idoso tem saudades, planos e sorrisos;

O velho tem recordações, lamentos e choros.

O idoso se aposenta, mas continua curtindo a vida e sendo útil;

O velho se aposenta, pára, estanca, enferruja e se torna inútil.

O idoso curte o que resta da vida;

O velho sofre porque se aproxima da morte.

O idoso se moderniza, dialoga com a juventude;

O velho se torna ranzinza, e se indispõe com a mocidade.

O idoso procura compreender os novos tempos, e se adapta à realidade;

O velho fossiliza-se, emperra-se, e vive conflitado com a modernidade.

O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e de esperanças.

O velho vive uma “mesmice”, fazendo da sua existência uma “chatice”.

O idoso esforça-se para ser bem informado.

O velho acomoda-se no passado e não se empenha para ser atualizado.

 

Para o idoso o tempo passa rápido, a velhice nunca chega,

Para o velho as horas se arrastam destituídas de sentido.

As rugas do idoso são bonitas porque foram marcadas pelo sorriso.

As rugas do velho são feias porque foram vincadas pela  amargura.

O idoso quando morre deixa saudades, boas lembranças e recordações.

O velho quando morre deixa uma sensação de alívio e de: “já foi tarde!”.

 

O idoso não é quem se torna velho… O idoso fica velho.

Tornar-se velho é envelhecer antes da hora…

Tornar-se velho é desistir de viver intensamente…

Tornar-se velho é entregar os pontos prematuramente…

Ficar velho é completar o ciclo natural da vida com tranquilidade…

Ficar velho é viver muito e com qualidade…

Ficar velho é viver muitos anos com serenidade…

Ficar velho é privilégio de quem não morre cedo!

 

Um idoso bem resolvido é um velho diferenciado, pois com o passar do tempo ele se torna em:

Um velho amigo, e não em um amigo velho…

Um velho companheiro, e não em um companheiro velho…

Um velho conselheiro, e não em um conselheiro velho…

Um velho pai, e não em um pai velho…

Um velho irmão, e não em um irmão velho…

Lembrando sempre que: “Os homens são como os vinhos – A idade azeda os maus e apura os bons”.

 

Portanto, o importante e essencial é viver bem cada fase da vida, sabendo que:

“Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro no Líbano. Na velhice ainda darão frutos, serão viçosos e florescentes, para proclamarem que:

O Senhor é reto.

O Senhor é a nossa rocha.

No Senhor não há injustiça” (Salmo 92:12-15)

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Pr. Brito

Pastor Presidente da IEBV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *