José, um Pai de excelência!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Então o pai é aquele que torna possível a VOCAÇÃO do seu filho, e isso é o que caracteriza José, de cara, ele tornou possível a vocação de seu filho, porque ele o adotou, lhe deu o seu nome, lhe deu a sua tribo e com o seu nome todas as promessas que ele carregava como filho de Davi, como 13º geração depois do exílio, ele transferiu ao seu filho todas as promessas que estavam sobre os seus ombros. Então um Pai excelente é aquele que torna possível a vocação do seu filho.

1 – Um pai excelente é alguém com quem Deus pode contar pra CRIAR e EDUCAR filhos pra si,

Foi exatamente o que o anjo disse a José: “Deus conta com você pra criar o Seu filho”. (Mt. 1:20-25)

Por isso é que eu entendo que José foi o maior de todos os servos de Deus; porque a homens como Moisés Deus confiou a condução do seu povo, a homens como Davi confiou o reino sobre o seu povo, a homens como Isaías, Jeremias, Ezequiel confiou a sua palavra, mas a José, o carpinteiro, confiou o seu filho, “Ei José é sua responsabilidade, cria-lo, educa-lo nos caminhos do Senhor” (Deutereonomio 6:4-9), José se tornou o responsável de ensinar um Oficio a ele, ele será pra sempre o único a quem o Filho de Deus chamou de pai, isso é extraordinário.

2 – Um pai excelente coopera com Deus na PROTEÇÃO de seu filho para o Cumprimento do Projeto de Deus

Ele recebeu uma ordem através do anjo (Mt. 2:1315), mas ele não saiu imediatamente, ele esperou anoitecer, esperou que todos estivessem recolhidos, para que ninguém pudesse dizer aos capangas de Herodes para onde foi aquela família e o que aconteceu com aquela família. Ele saiu com a mãe da criança na calada da noite, ninguém viu e ninguém soube. Ele sabia que Deus não estava apenas dizendo pra ele ir ao Egito, Ele estava dizendo pra ele: “Protege meu filho, cuida do meu filho, zela pelo meu filho, não deixa nada acontecer com o meu filho.”

3O pai extraordinário discute com Deus o que é melhor pro seu filho, vai buscar de Deus o que é melhor pro seu filho e chama Deus como parceiro para a criação do seu filho (Mt. 2:19-22).

Quando Jesus ensinava na sinagoga e as pessoas ficavam maravilhadas com ele em Nazaré a exclamação delas era assim, “Não é este o filho do carpinteiro? O nome de sua mãe não é Maria, e não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? (Mateus 13:55)”

Ou seja, a comunidade de Nazaré , vinculava Jesus a José, “não é este o filho do carpinteiro”, “não é este o carpinteiro o que herdou o ofício do pai?”

Ser PAI é mais que uma possibilidade genética, é um privilégio de cuidar e proteger pessoas a quem Deus vai abençoar, gente que vai cumprir propósito de Deus. É poder criar alguém e passar pra esse alguém tudo que a gente sabe de Deus, tudo que a gente já andou com Deus, tudo que se pode andar com Deus, tudo que se pode saber de Deus, tudo que se pode viver em Deus, tudo que se pode viver pra Deus. É cooperar com a construção de um ser humano, homem ou mulher, que pode ser a alavanca de Deus pra mudar a história da humanidade.

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *